Entenda as diferenças entre dez tipos de mechas

18 jun 2014
08h01
atualizado às 08h32
  • separator
  • comentários

Fazer mechas no cabelo é a opção ideal para quem quer ter um efeito iluminador sem tingir os fios completamente. Essa técnica é versátil e aceita combinações de tons e espessura diferentes. O especialista Ulisses SJ, do Blend, em São Paulo, explica as diferenças entre dez tipos de mecha.

Ombré Hair
Usa-se um mix de coloração e descoloração, no qual em cada papel selecionado é aplicado coloração da raiz até o meio e segue com descolorante até a ponta. Isso cria um degradê de cor chapada sem muita listra, como se fosse um desgaste natural da cor.

Balayage Riviera Voyage
Ideal para as estações frias, o efeito deixa os fios mais claros do meio para as pontas, com leve sombreado no restante da cabeça. Pode ser aplicada em fios que já estão com mechas, basta aproveitar os clareamentos mais interessantes e acrescentar outros tons.

Marmorizadas
Feitas em distribuição natural, clareiam até três tons acima do tom natural para algumas mechas no cabelo. São costuradas da raiz até as pontas, criando um discreto efeito de contraste ao longo dos fios. Indicada para quem quer apenas quebrar o monocromático.

Balayage
Nessa técnica, só há necessidade de uma plaquete, dispensando o alumínio para proteger o processo. Também só se usa coloração clareadora, sem descolorante. Ideal para quem já tem o cabelo naturalmente claro e deseja apenas mesclar um tom mais dourado aos fios.

Luzes
Mechas fininhas e claras da raiz até as pontas. Usadas na maioria das vezes para iluminar a cor natural. Funcionam para todos os tipos de cabelo, desde que sejam feitas em tonalidades compatíveis com o tom natural. Se o cabelo for escuro, o ideal é usar tons quentes. Se for claro, pode receber contrastes mais frios, como champagne, bege e acinzentado.

Californianas
Inspiradas no efeito obtido pelos adeptos da prática de surf. Nessa técnica, os fios menores são empurrados para cima, preservando os mais compridos, que posteriormente devem ser descoloridos a partir de quatro dedos da raiz. Desta vez, cria-se um efeito de pontas claras. Muito procurada pelo público jovem.

Texanas
Mechas baseadas nas ombré, só que ao invés de irem clareando as extremidades de fora do cabelo em degradê, elas saem de dentro dos fios a partir da altura do nariz e é possível usar diferentes tons de clareamento em cada mecha pré-selecionada. Ótima alternativa para quem gosta do meio e pontas mais claros.

Dip Dye
Essa técnica colore as pontas do cabelo, não em degradê como tantas outras, mas sim de forma bem demarcada. É um fenômeno entre as mulheres mais modernas e diversão certa entre as adolescentes, pois misturam cores bem intensas como rosa e azul.

Saint Tropez
Nome dado por alguns profissionais para a técnica que mistura mechas desfiadas e descoloridas do meio às pontas, entre umas e outras costuradas desde a raiz. Opção para clarear os fios de maneira natural.

Ombré Invertido
Essa técnica pode ser feita desfiando também as mechas, e em cada papel é feita a aplicação invertida do ombré, com coloração clareadora na parte mais próxima da raiz e pontas com tonalidades mais escuras. Se o cabelo está todo claro e a pessoa quer efeito molhado nas pontas, só essa parte será clareada.

 

Fonte: Canarinho Press

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade