Óleo de amêndoas deve ser usado em produto capilar

O óleo em natura gera oleosidade excessiva nos fios, deixando o cabelo gorduroso e pesado

2 set 2014
13h00
  • separator
  • comentários

Presente na composição de inúmeros produtos capilares, não é novidade que o óleo de amêndoas é um poderoso hidratante. Mas o que talvez nem todos saibam é que o produto não deve ser usado in natura diretamente nos fios.

Tratamento com óleos de amêndoas reduz o volume e acaba com o frizz
Tratamento com óleos de amêndoas reduz o volume e acaba com o frizz
Foto: Goodluz/Shutterstock

Kim Kardashian evita lavar fios para manter oleosidade natural

O hair stylist Ricardo Moçali, do salão Werner Coiffeur, no Rio de Janeiro, não aconselha a aplicação do óleo dessa forma em casa, sem orientação. “Não aconselho passar (o óleo) in natura nos fios, isso pode deixar o cabelo gorduroso. Mas existem produtos, como o usado em tratamentos aplicados no salão, que possuem o óleo em sua fórmula”, explica o profissional.

Linha com óleo de amêndoas em sua formulação proporciona brilho intenso, hidratação, recuperação da cutícula danificada e ainda ajuda na reconstrução do cabelo. O produto é indicado para manter a umectação capilar: “Ele mantém a umidade interna do fio e, consequentemente, ajuda a controlar o frizz. O mercado sempre lança novos ativos, como o ojon e o argan, mas o bom e velho óleo de amêndoas é imbatível para formar uma película protetora”.

Fonte: Canarinho Press

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade