Reconstrução deve ser feita a cada 15 dias para nutrir fios

A solução para fios elásticos está na reposição de proteínas, aminoácidos e minerais perdidos

22 out 2014
13h00
  • separator
  • comentários

Na hora de investir em tratamentos para manutenção da beleza e saúde do cabelo, não basta fazer hidratação, que é basicamente a reposição de água. Os fios são compostos por outros elementos, que assim como a água, também são perdidos e precisam ser repostos. A reconstrução devolve nutrientes como proteínas, aminoácidos e minerais ao cabelo.

Para evitar que os fios fiquem elásticos, aposte em reconstrução com proteínas
Para evitar que os fios fiquem elásticos, aposte em reconstrução com proteínas
Foto: Eduard Derule/Shutterstock

O técnico em cosméticos Wagner Oliveira diz que o tratamento é intensificado com o calor: “Fazemos a combinação da prancha e do secador às máscaras de queratina, um dos principais componentes dos fios, responsável pela resistência e proteção do cabelo. A prancha e o calor potencializam o efeito da queratina e selam as cutículas para que esta fique nos fios”.

Diagnóstico
O especialista ensina a identificar se seu cabelo precisa de reconstrução: “Veja se os fios se quebram com facilidade, estão porosos e com a elasticidade comprometida. Com o cabelo molhado, separe uma mecha, puxe-a e observe se ela volta a sua forma original. Você irá perceber se houve perda da elasticidade se ao puxar a mecha encolher como um efeito chiclete”.

Nutrição exige reposição caseira após tratamento no salão

Queratina repõe massa dos fios, mas em excesso pode ressecar

No caso do efeito chiclete, é possível tratamento com produtos reconstrutores, mas a situação pode pedir uma medida mais radical. “Outro estágio mais avançado é o famoso corte químico: os fios perdem totalmente seus nutrientes ao ponto de se partirem e esfarelam ao toque ou ao pentear. Neste caso, a única alternativa é o corte”, indica o profissional.

Tratamento
Para reconstruir os fios em casa, aposte em produtos ricos em óleos, aminoácidos de colágeno ou ceramidas. “Evite usar queratina diariamente, pois o aminoácido em excesso pode quebrar ainda mais os fios e enrije-los. Ao escolher a máscara, prefira a queratina natural hidrolisada extraída do broto da soja. Esta contém uma absorção mais eficaz e deixa os fios macios sem enrijecê-los”, detalha Wagner.

Os tratamentos no salão também devem ser priorizados, a cauterização pode ser feita a cada 15 dias.  “A máscara nutritiva, pode ser utilizada em casa uma a duas vezes por semana, alternando com a de queratina. Lave os cabelos em dias alteranados com shampoos e condicionadores nutritivos e utilize um leave-in finalizador para proteger os fios contra as ações climáticas.

Fonte: Canarinho Press

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade