Tratamento com flores do Tahiti é novidade em salão carioca

O Crystal Hair, no Leblon, usa uma gardênia nativa para recuperar os fios; conheça mais dois tratamentos com flores para fazer nesta primavera

29 out 2014
13h00
  • separator
  • 0
  • comentários

A primavera chegou ao Brasil e o momento é ideal para aproveitar a abundância das flores e usar também as suas propriedades. Alguns salões no Rio de Janeiro desenvolveram tratamentos especiais para essa época do ano para deixar os fios nutridos, hidratados e brilhosos.

O tratamento com flor de awapuhi tem alto poder de reparação dos fios e selagem da cutícula
O tratamento com flor de awapuhi tem alto poder de reparação dos fios e selagem da cutícula
Foto: Moolkum/Shutterstock

Óleo de amêndoas deve ser usado em produto capilar

Tira-dúvidas dá soluções para acabar com cabelos quebradiços

Hidratação de Monoi
O salão Crystal Hair aposta no tratamento com manteiga de monoi que vem do Tahiti, feita a partir das flores de Tiare, uma gardênia nativa, combinadas com óleo de coco e vitamina E. Recupera imediatamente os fios com ação anti-aging, proporcionando nutrição, brilho e maciez.

Umectação capilar
O Éclat criou o tratamento que é a cara da primavera e utiliza a combinação de oito óleos essenciais: coco, girassol, amendoim, rícino, jojoba, sésamo, extrato de aloe vera, amêndoa doce e babosa. A umectação capilar tira o ressecamento, devolvendo as propriedades hídricas naturais dos fios.

Flor de Awapuhi
O tratamento a base da flor Awapuhi é a aposta da Esmell Leblon para a primavera. Depois da manteiga de monoi do Tahiti e do óleo de murumuru da Amazônia, a novidade é recuperar as madeixas com a flor silvestre havaiana, opção com alto poder reparador dos fios e selador de cutículas. A lenda diz que os havaianos, conhecidos pelas brilhosas e hidratadas madeixas, usavam o líquido da flor para banhar os fios nas cachoeiras do Havaí. O tratamento penetra no córtex e repõe proteínas perdidas ao longo da vida pelas agressões de aparelhos térmicos, colorações e alisamentos.

Fonte: Canarinho Press
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade