publicidade
19 de janeiro de 2012 • 13h50

Salões de beleza oferecem serviços diferenciados; confira

O bar de bebidas é substituído por um bar de esmaltes
Foto: Divulgação
 
Tatiana Sisti

Foi-se o tempo em que sair de casa para fazer as unhas, escovar o cabelo ou colorir os fios era algo simples, até chato de ser feito. Se antes a mulher frequentava o salão única e exclusivamente para cuidar do visual, hoje isso não se aplica mais. Agora, dá para passar o tempo com as amigas enquanto faz as unhas, relaxar em um jardim enquanto corta os cabelos e até mesmo fazer uma refeição equilibrada enquanto cuida da beleza.

Uma das formas de trazer esse novo conceito para a rotina das mulheres foi os nail bars. Eles surgiram depois de que mulheres apaixonadas por esmaltes trouxeram de outros países a ideia de um salão dedicados às unhas.

É o caso de Agnes Cruz, sócia e idealizadora do Cosmopolish, um nail bar onde as unhas são tratadas como acessórios de moda. O ambiente, que fica em Pinheiros, São Paulo, tem um cardápio de unhas e mais de 700 frascos de esmaltes das mais variadas grifes, como como OPI, Chanel, Dior, Bourjois, Revlon e MAC. "O nosso diferencial é que as clientes podem olhar através de um tablet as diferentes formas de pintar as unhas", detalha a empresária.

Segundo Agnes, existe uma pessoa responsável por fazer a busca de novidades e tendências e colocar as fotos no computador, criando um catálogo para as clientes escolheres cores e formatos. Além disso, o nail bar oferece drink no horário do happy hour, das 17h às 21h. "As bebidas são oferecidas, e não vendidas, e as unhas podem ser feitas no balcão do próprio bar", explica a proprietária.

O mesmo acontece com o espaço de beleza Lily Nail Bar Spa, que fica na Vila Olímpia, em São Paulo. Stephanie Kim é dona do espaço e trouxe a ideia para o Brasil depois de morar um tempo nos EUA. Aqui, as clientes podem beber de cerveja a champagne enquanto fazem as unhas, além de aproveitar para relaxar fazendo uma massagem. "É um espaço ótimo, só dedicado à manicure, pedicure e spa. Tem cliente que vem para ficar só para tomar algo e bater papo", conta.

Funcionando em um espaço moderno, o bar serve para reunir as amigas ou mesmo entreter os maridos e namorados enquanto elas fazem as unhas. "Oferecemos também a opção de petiscos e, para pedidos maiores, encomendamos em uma padaria próxima", explica a proprietária. As mais assíduas podem ter um passaporte mensal, que dá direito a descontos; e fazer parte do clube do alicate, em que podem deixar um acessório exclusivo delas guardado na casa.

Já na clínica Beaux, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, o nail bar pode ser reservado para um evento privado entre as amigas. "Temos um cardápio de serviços em que a cliente pode escolher desde manicure até o Hand Spa, além do cardápio de comidinhas lights e bebidas como champanhe Veuve Clicquot", explica Flávia Sampaio, diretora da clínica. Entre os serviços, é possível escolher desde um peeling na unha até uma hidratação de cutículas.

A decoração do lugar não poderia ser diferente. O bar físico foi substituído por prateleiras com mais de 1500 tipos de esmaltes. A clínica ainda oferece outros e serviços na área de beleza, estética, saúde e bem estar. "Nosso novo serviço é manicure com drenagem facial, que otimiza o tempo e é muito relaxante", conta a diretora.

A dura concorrência com serviços tão diferenciados fez com que muitos salões de beleza investissem em luxos e mimos para lá de exclusivos. O salão do hairstylist Marcos Proença, nos Jardins, em São Paulo, é um bom exemplo disso. Além de todos os serviços tradicionais, a casa oferece ainda um cardápio especial preparado pelo restaurante Le Vin, um dos mais cobiçados da cidade.

Não acaba aí. Se a cliente quiser, ela pode ser atendida no jardim do salão, um espaço agradável e repleto de folhagens localizado nos fundos do terreno. E, para adoçar a vida, a Maria Brigadeiro também manda, todos os dias, docinhos para as clientes degustarem enquanto fazem os serviços.

O Studio W do Shopping Iguatemi também possui suas regalias. A unidade tem nada menos do que 1650 m² e abriga até um espaço exclusivo para os homens, que podem ser atendidos sem o falatório típico da ala feminina. Recentemente, eles também abriram dentro do espaço uma unidade da Divina Café, com cardápio que inclui sanduíches e bebidas exclusivas para o salão.

Por fim, no MG Hair, um dos salões mais tradicionais da alta sociedade paulistana, o hair stylist Marco Antonio de Biaggi projetou um salão com dois andares que oferece desde uma simples manicure até tratamentos de estética, como massagens, limpeza de pele e peelings. A casa possui uma cozinha exclusiva com cardápio variado de sucos, sanduíches e pratos light - tudo para manter as clientes saudáveis e em forma enquanto cuidam da beleza.

Os preços, é claro, variam de acordo com os mimos e as casas.

Terra