Perfumes

publicidade
25 de maio de 2012 • 12h29 • atualizado às 13h39

Confira 12 lançamentos de perfumes masculinos

A preferência ainda é por cheiro de ervas frescas e de madeira mais marcante, porém já há espaço para perfumes mais adocicados e até florais
Foto: Getty Images
 

Já foi o tempo em que os homens usavam a mesma fragrância por muitos e muitos anos. Apesar de ainda serem mais conservadores no quesito perfume, o público masculino já tem experimentado novos aromas. De olho nesse mercado, marcas nacionais e internacionais investem em pesquisa para lançar cheiros com os quais o homem se identifique.

"A maioria deles ainda dá preferência a perfumes com cheiro de ervas frescas e de madeiras envolventes e marcantes, mas a modernização da perfumaria, e do próprio homem, faz com que existam cada vez mais combinações de madeiras com toques adocicado ou até florais, o que mantêm a 'masculinidade' do perfume, mas ao mesmo tempo traz um toque de modernidade", afirma a perfumista Verônica Kato, da Natura.

Para o inverno, Marcus Bari, treinador Nacional Givenchy, aposta em elementos como madeira, couro e especiarias. Já no verão as notas costumam ser mais cítricas. Ao contrário do que se pensa, os perfumes não possuem um fixador, explica a perfumista. "Os responsáveis pela fixação são o caminho olfativo do perfume e o tipo de produto, ou seja, a concentração da fragrância."

No entanto, Roberto Araújo, Training Beauty da Puig no Brasil, afirma que é preciso cuidado na hora da aplicação, que deve ocorrer com moderação. Os melhores lugares para passar o perfume são onde a circulação sanguínea é maior, como nuca, atrás da orelha, pulsos, pescoço e dobra do braço. Evite o contato com as mucosas e os olhos. Nunca exagere na quantidade e lembre-se de que uma fragrância usada em excesso pode causar náuseas no inverno e dor de cabeça no verão.

Ponto a Ponto Ideias