publicidade
12 de setembro de 2012 • 08h05 • atualizado às 10h26

Indolor, Botox em creme elimina até 90% das rugas em 30 dias

Solução para quem tem pavor de agulhas, toxina botulínica em forma de creme promete eliminar rugas ao redor dos olhos e ainda revigorar instantaneamente a cútis
Foto: Shutterstock
 

Prestes a ingressar no mercado de estética norte-americano, uma versão em creme da toxina botulínica - ainda sem previsão de chegada ao Brasil - promete deixar a pele visivelmente mais lisa e melhorar a aparência de até 90% das rugas de leve e média profundidade em apenas 30 dias de tratamento.

Popularmente chamada de Botox em creme, a novidade aguarda apenas a liberação do FDA (órgão americano que regulamenta a liberação de medicamentos) para chegar aos consumidores dos Estados Unidos, mas já causou muito frisson por contar com a mesma toxina da versão injetável e, também, com o auxílio de uma espécie de “carregador” para que a química seja completamente absorvida pela derme.

“Como a ação dessa substância ocorre na junção entre os nervos e a musculatura, a empresa Revance, que desenvolveu o creme, criou um carregador que consegue transportar o Botox até o músculo”, explica Ada Trindade, dermatologista do Hospital do Servidor Público Municipal (SP) e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da Sociedade Brasileira Cirurgia Dermatológica (SBCD).

Prós e contras
A nova arma contra o envelhecimento, no entanto, é indicada apenas para pequenos reparos. Isso porque, estudos realizados até o momento apontam que a toxina botulínica funciona melhor onde a pele é mais fina (como na região dos famosos pés- de-galinha) ou mais extensa (como nas axilas, onde o ativo tem a função de controlar o excesso de suor).

Além disso, enquanto a toxina injetada tem durabilidade aproximada de quatro a oito meses, variando de paciente para paciente e da dose utilizada, a versão em creme do produto concentra um menor teor da substância. Isso significa que o Botox em creme tem de ser usado constantemente para garantir os resultados esperados, já que seu efeito é otimizado a cada aplicação. “A principal vantagem ainda é a aplicação indolor”, ressalta Carla Bortoloto, dermatologista e especialista em medicina estética do Instituto de Pesquisa e Tratamento do Cabelo e da Pele (IPTCP).

Onde encontrar?
A expectativa é a de que, assim que chegar ao Brasil, surja como mais um tratamento de luxo antienvelhecimento. “Quando for aprovado, a manipulação do produto deverá ser permitida somente às clínicas estéticas e o preço não deverá ser baixo”, prevê Carla. 

Efeitos colaterais
Embora não haja registros de efeitos colaterais graves, o Botox de uso tópico exige cuidados especiais. "Como qualquer produto, tanto injetável como tópico, ele pode causar reações alérgicas. Os sintomas podem variar desde vermelhidão local, coceiras até a formação de feridas. No entanto, nos estudos iniciais, o creme foi bem tolerado”, afirma.

Agência Hélice Terra