Cuidados Especiais

publicidade
20 de agosto de 2012 • 08h15

Manteigas naturais restauram a pele danificada no inverno

Ricas em vitaminas A, C e E, manteigas originárias de árvores nativas da Bacia Amazônica têm propriedades altamente hidratantes, antioxidantes e emolientes que melhoram a aparência da cútis
Foto: Shutterstock
  • Especial para o Terra
 

Velhas conhecidas nos cuidados com os cabelos, as manteigas também são ideais para quem deseja manter a pele do rosto e do corpo macia e aveludada. Ricas em vitaminas A, C e E, as matérias-primas originárias de árvores nativas da Bacia Amazônica têm propriedades altamente hidratantes, antioxidantes e emolientes que melhoram a aparência e o viço da cútis.

Incorporadas nos últimos anos à formulação de várias marcas de cosméticos, as manteigas de cacau, cupuaçu, karitê, tucumã e murumuru entram cada vez mais no universo feminino. “Quando aplicadas na cútis por meio de cremes e loções, elas nutrem, protegem, revigoram e ainda garantem maciez e brilho constantes”, afirma Murilo Drummond, professor titular do Instituto de Pós-Graduação Médica Carlos Chagas, do Rio de Janeiro, e membro efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

Confira, a seguir, as características, funções e benefícios das cinco principais manteigas naturais que fazem toda a diferença quando o assunto é a beleza da cútis.

Manteiga de cacau
A barrinha branca em formato de batom, usada para proteger os lábios da agressão do sol forte e do ressecamento do frio intenso, também é bastante utilizada em fórmulas cosméticas e dermatológicas.

Com propriedades hidratantes, suavizantes e emolientes (que recuperam a oleosidade perdida pelo ressecamento causado por exposições ao sol ou frio excessivo), a manteiga de cacau é rica em polifenóis - pigmentos naturais com atividade antioxidante que ajudam a prevenir o envelhecimento celular, eliminando os radicais livres formados ao longo dos anos. “Por isso, ela é um excelente hidratante, pois atinge as camadas mais profundas da cútis, sendo facilmente absorvida pela pele”, revela Murilo.

Manteiga de cupuaçu
Com textura similar a uma pasta, essa manteiga é um poderoso emoliente. Devido à sua alta capacidade de absorção de líquidos, ela também diminui a perda de água, sendo importante fator de equilíbrio hídrico. A manteiga de cupuaçu hidrata profundamente e devolve a umidade natural e a elasticidade da pele, revitalizando-a. Por isso, é indicada para peles secas, danificadas e queimadas pelo sol.

Manteiga de karitê
Com propriedades emolientes, a manteiga de karitê exerce uma ação protetora sobre a cútis, prevenindo contra o ressecamento e melhorando o aspecto da pele. A substância também protege contra os raios solares, tem ação antioxidante - pois é rica em vitamina E - e ainda possui propriedades regenerantes e reestruturadoras.

Manteiga de tucumã
Obtida a partir da amêndoa da palmeira de tucumã, essa manteiga é rica em ômega 3, 6 e 9, o que a torna um excelente hidratante que se espalha com facilidade sobre a pele, proporcionando toque sedoso e aveludado. Rica em nutrientes, a pasta de tucumã pode ser encontrada em cremes hidratantes e loções corporais.

Manteiga de murumuru
Indicada para todos os tipos de pele, principalmente as secas, a manteiga de murumuru contribui para a retenção da umidade, promovendo hidratação e melhorando a elasticidade da pele, sem aumentar a oleosidade. Altamente nutritiva, a manteiga pode ser utilizada por meio de cremes, loções hidratantes e sabonetes que deixam a cútis macia e saudável.

Terra