publicidade
10 de maio de 2012 • 09h26 • atualizado às 12h12

Saiba optar por Botox, preenchimento ou ácido hialurônico

Com o passar dos anos, a pele fica mais suscetível ao surgimento de rugas e marcas de expressão. Elas podem ser combatidas com alguns tratamentos estéticos, como a toxina botulínica, o preenchimento facial e o preenchimento feito com ácido hialurônico
Foto: Shutterstock / Terra
 

Com o avanço da idade, a pele fica mais suscetível ao surgimento de rugas e marcas de expressão porque perde a capacidade de manter o equilíbrio na produção das fibras de colágeno e elastina (responsáveis pela sustentação da epiderme). Além disso, a cútis sofre com os efeitos de alguns fatores externos, como a exposição solar excessiva, o estresse, o fumo e o consumo intenso de álcool.



No entanto, nem tudo está perdido. Pois atualmente, existem diversos tratamentos estéticos capazes de refrear os sinais do envelhecimento, como a toxina botulínica, o preenchimento facial e o ácido hialurônico.



Mas, você sabe qual a função deles e suas principais diferenças? Para esclarecer de uma vez por todas a ação de cada procedimento, explicamos como eles funcionam e qual é o mais indicado para resolver cada problema. Confira:



Botox

O procedimento é indicado para tratar marcas formadas pelas expressões faciais, como as linhas da testa, que aparecem quando franzimos e levantamos a região, os famosos pés de galinha - causados pela contração do músculo orbicular que ocorre quando sorrimos ou ficamos expostos à claridade -, e os vincos entre as sobrancelhas que aparecem quando franzimos a testa, aproximando uma sobrancelha da outra.



"Os resultados duram de quatro a seis meses e é possível fazer aplicações constantes a cada semestre", informa Luiz Fernando Demasceno Freitas, dermatologista especialista em Medicina Estética pela

International Association of Aesthetic Medicine

(IAAM).



Preenchimento com ácido hialurônico

Como o ácido hialurônico é uma das substâncias utilizadas no preenchimento facial, ele é recomendado para resolver questões similares as do tratamento explicado acima.



"Como o ácido hialurônico é uma substância produzida naturalmente pelo organismo, dispensa a realização de testes de alergia e praticamente elimina as chances de rejeição, é o mais utilizado pelos profissionais que realizam o preenchimento facial", explica Luiz Fernando.



Preenchimento facial

O preenchimento é recomendado para a correção do famigerado código de barras, formado pelas ruguinhas que contornam a boca e aparecem quando fazemos biquinho e do famoso bigode chinês (linha de expressão que parte do nariz, contorna a boca e pode chegar até o queixo). Além disso, o procedimento é indicado para combater marcas profundas ao redor dos olhos, arquear as sobrancelhas, recuperar o volume das maçãs do rosto e para tratar os olhos fundos, que dão o aspecto de olheiras.



"Esse procedimento, além de tratar as rugas, recupera o volume e os contornos faciais e pode ser combinado com outras técnicas", diz Fernando. O retorno às atividades é imediato, assim como o resultado. O efeito dura aproximadamente um ano, pois a maioria das substâncias é absorvida pelo organismo."



Agência Hélice