publicidade
17 de setembro de 2012 • 08h03

Adriane Galisteu usa antirrugas para manter pele de menina

Aos 39 anos, Adriane Galisteu mantém rotina intensa de cuidados com a pele para fugir das famosas linhas de expressão e da ação negativa da maquiagem em excesso
Foto: Milene Cardoso / AgNews
 

Em sua passagem pela Beauty Fair 2012 - feira de beleza realizada na Expo Center Norte, em São Paulo - na tarde da última segunda-feira, 10 de setembro, a apresentadora Adriane Galisteu revelou com exclusividade ao Terra  seus principais cuidados de beleza com a pele para fugir das famosas linhas de expressão e da ação negativa da maquiagem em excesso.

Com saia curta e blusa de estampa florida, a comandante do programa “Muito +”, da Band, - que esteve no estande da empresa Medicatriz Dermocosméticos para prestigiar as linhas de produtos que assina, Dermosun e Revisage 3D, - aposta nos dois lançamentos da marca para manter a cútis de menina, mesmo aos 39 anos de idade.
 
“Como tenho uma vida muito corrida, não consigo fazer tratamentos estéticos que demandam muito tempo. Por isso, toco a vida com outras opções. Graças a Deus, a indústria estética está a favor da mulher, pois lança produtos que dão resultado, sem que você precise fazer tratamentos estéticos mais invasivos”, revela.

Formada por fotoprotetores multifuncionais, a linha Dermosun assinada pela loira, promete bloquear os raios UVA e UVB, além de proporcionar hidratação, regeneração e correção das linhas de expressão. Já o Revisage 3D, chega ao mercado com a promessa de ser uma poderosa arma antirrugas. “Tenho usado esses dois produtos que têm dado grandes resultados para mim, principalmente devido ao tipo de vida que eu levo”, conta.

Cuidados diários
Neste mês de setembro, o trabalho de Adriane Galisteu na TV vai dobrar, assim como os seus cuidados com a pele. Além do “Muito +”, a apresentadora começa a gravar o “Quem Quer Casar Com Meu Filho?”, novo reality show da Band que só estreia em janeiro de 2013. “Como vou gravar este novo programa durante 14 dias até às 5h da manhã, ficarei das duas horas da tarde até às 5h, maquiada. Por isso, vou ter de limpar mais a pele e intensificar a hidratação”, revela.

Apesar de tanta correria e do inevitável cansaço, a bela tira de letra a rotina intensa de cuidados com a beleza e saúde da cútis. “Já me habituei com isso. Posso chegar em casa de madrugada, acabada, mas sempre limpo o rosto com um bom demaquilante. Antigamente, até achava que não seria capaz de  fazer  por causa da preguiça, mas entendi que o ritual é muito importante”, ressalta.

Maquiagem essencial
Fã de maquiagem como toda mulher, Adriane Galisteu costuma apostar no trio corretivo, máscara para cílios e blush para aparecer deslumbrante em frente às câmeras.  No entanto, como usa bastante make durante as gravações de seus programas e também em trabalhos publicitários, a loira prefere ficar, pelo menos dentro de casa, longe de qualquer item de maquiagem. “Meu trabalho me fez vaidosa. Por isso, já me habituei a me cuidar. Mas quando não estou trabalhando, não faço nada e não uso nada”, revela.

Tratamentos estéticos
Apesar da vontade de sempre estar de bem com o corpo, Adriane garante que ainda não se rendeu a nenhuma intervenção cirúrgica, mas assume que já recorreu a alguns tratamentos estéticos para ficar com tudo em cima. “Já fiz um peeling bem leve de diamante, mas aquele mais profundo, nunca fiz porque a pele descama e fica vermelha, e não posso aparecer assim na televisão”, lamenta.

Para escapar das incômodas celulites e gordurinhas localizadas, a mãe de Vittorio, de dois anos, também já passou por algumas sessões com o aparelho velashape, mas não conseguiu seguir com o procedimento devido à rotina atribulada.

“Esses tratamentos requerem muito tempo. Tenho de ficar 1h30 no lugar para fazer. Por isso, para minha vida, se não tiver como fazer dentro de casa, não adianta e ainda assim, tenho dificuldades para encontrar espaço na agenda. Para se ter uma ideia, até tenho uma profissional de confiança que vai até minha casa para fazer sessões de drenagem linfática, mas já faz quatro meses que não consigo tempo”, diz.

Agência Hélice Terra