0

Ativo formado pela associação de ômegas retarda envelhecimento

27 jun 2013
07h21
atualizado às 07h21
  • separator
  • comentários

A perda da elasticidade cutânea chega com o passar do tempo, sendo a responsável pela flacidez e falta de vitalidade da pele. A boa notícia é que é possível fazer as pazes com o espelho e ficar livre das linhas de expressão e dos indesejáveis vincos por meio de um potente ativo dermocosmético recém-lançado no mercado de beleza. Por ser formado pela associação dos ômegas dos tipos 3, 6, 7 e 9, o elemento chamado de NutriÔmega é capaz de retardar o envelhecimento precoce.

Prático e seguro, o produto ainda fortalece as defesas naturais da cútis, estimulando a produção de colágeno e elastina - proteínas fundamentais na constituição da matriz extracelular do tecido. “O NutriÔmega reúne o equilíbrio e as propriedades dos ômegas, promovendo a regeneração cutânea, nutrindo e protegendo as células contra o envelhecimento”, explica Mika Yamaguchi, farmacêutica e consultora técnica da Biotec Dermocosméticos - empresa desenvolvedora da novidade.

Para alcançar esses benefícios, os ômegas atuam em conjunto, cada um com sua especialidade. Conhecido por suas funções anti-inflamatórias e dermoprotetoras, o ômega 3 é responsável por manter a cútis protegida das ações ambientais externas, como poluição e radiação solar, enquanto o tipo 6 atua como cicatrizante, combatendo a acne, rosácea, eczema e psoríase. Já o ômega 7 deixa a derme luminosa e saudável, devolvendo seu viço e brilho natural. Para finalizar, o ômega 9 é resistente à oxidação e à desidratação, sendo eficaz na reestruturação cutânea.

No entanto, esse ativo manipulado em cremes tem o poder de tratar somente a cútis, diferentemente do que ocorre quando os ômegas são consumidos separadamente na alimentação ou via suplementação oral, indicados até mesmo para o tratamento de órgãos vitais. “Ele tem a capacidade de retardar o envelhecimento de forma natural e pode até ser utilizado em bebês e crianças com pele sensível", completa Mika.

Alimentação complementar
Para potencializar a ação do composto e manter a cútis rejuvenescida e saudável, é indicado ingerir nutrientes ricos em ômegas 3, 6, 7 e 9 diariamente. “Consumir porções de salmão, atum, sardinha, carnes, ovos, azeite de oliva, azeitona, óleo de canola ou abacate auxilia o desempenho do produto”, afirma a especialista. Contudo, antes de colocar no prato todos esses alimentos é recomendado procurar um profissional e seguir uma dieta individualizada.

Fonte: Agência Hélice Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade