publicidade

Veja oito dicas para tratar e evitar pés-de-galinha

As rugas na região dos olhos são temidos sinais da passagem do tempo
Foto: Getty Images
 

Eles surgem no canto dos olhos e deixam a aparência envelhecida. Os pés-de-galinha são uma das preocupações de quem quer ficar livre das marcas do tempo.

» Opine: conte sua dica no combate aos pés-de-galinha
» Chat: tecle sobre o assunto

O problema pode começar a aparecer cedo, a partir dos 20 anos. "É formado por movimentos repetitivos, como em pessoas que forçam muito a expressão ao sorrir ou têm fotofobia (aversão à luz) e, por isso, apertam os olhos quando expostas ao sol. O foto-envelhecimento (envelhecimento causado pela exposição excessiva ao sol) é outro motivo", explica o diretor da Sociedade Brasileira de Medicina Estética, Roberto Rodolfo Júnior.

O médico dá oito dicas para tratar ou evitar o incômodo. Confira:
1- Não force a expressão ao sorrir.
2- Use óculos de sol, principalmente quem for fotofóbico. Assim, evita-se forçar os olhos.
3- Consulte um oftalmologista. Quem tem problemas para enxergar também tende a forçar os olhos.
4- Use filtro solar diariamente, mesmo se estiver chovendo. O fator deve ser, no mínimo, 15.
5- Quem tem tendência a desenvolver o problema pode recorrer ao Botox como prevenção. A toxina botulínica paralisa o movimento e pode ser aplicada em pessoas com mais de 25 anos.
6- Peeling de ácido retinóico remove a pele envelhecida e estimula a produção de colágeno.
7- As pessoas que se enquadram no grupo propenso a desenvolver pés-de-galinha podem recorrer a cremes a base de Dmae, produto que estimula a contração muscular.
8- Aplicações de ácido hialurônico, que têm como função preencher os pés-de-galinha, são indicadas para quem já tem o problema.

Especial para Terra